sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Aluna evangélica da UFRPE tem trabalho rejeitado por "agradecimento a Deus" no conteúdo

 
Uma aluna curso de medicina veterinária no campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) em Garanhuns, quase teve sua pesquisa de conclusão de curso negada por agradecer a Deus no trabalho.

A estudante, que é evangélica, recebeu também um pedido da banca examinadora para que a mesma retirasse o nome de Deus dos agradecimentos. 

Uma carta de protesto foi elaborada e assinda por um bispo católico e por pastores evangélicos, classificando o episódio como intolerância religiosa. O documento também cobra uma posição oficial da Universidade Federal. 

Só então a comissão da universidade voltou atrás e acabou aceitando o trabalho com agradecimento que a aluna fez a Deus

Veja reportagem - vídeo - AQUI

3 comentários:

João Paulo disse...

A paz do Senhor, meu amado!

Será que essa "ilustríssima" banca examinadora não deveria se preocupar com coisas infinitamente mais importantes? Isso fede a preconceito religioso, não acha? É deprimente!

Disse Jesus: "Bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós, por minha causa" (Mt 5.11).

Um forte abraço!

www.joaopaulomsouza.blogspot.com

Silvio Araujo disse...

Irmão João Paulo, com toda a certeza isto é preconceito religioso, intolerância mesmo. Pelo que saiba, não há regra acadêmica que impeça o agradecimento a Deus, ao contrário, o espaço nos trabalhos é destinado à expressão de gratidão aos que colaboraram e orientaram a pesquisa ou mesmo à qualquer pessoa que o mereça. Nada mais justo que a aluna reconhecer que seu sucesso vem do Senhor e a Ele agradecer.
A banca criou um problema desnecessário e comprometeu a imagem da instituição, dominada pela extrema esquerda atéia, totalitária. Se eu esticar mais, chego até ao governo federal. Fatos não faltam para comprovar essa possibilidade.

Anônimo disse...

SE fosse a qualquer entidade da umbanda, eles aceitariam com prazer,mas só refretem a vontade de seu mestre, Marx judeu, outrora cristão, mas apostatou da fé e tornou-se inimigo de Deus, e criou esse sistema iníquo, para se vingar de Deus, como ele mesmo disse.

Related Posts with Thumbnails