segunda-feira, 8 de abril de 2013

Coral Juvenil Amisadai - 35 anos de louvor ao Todo Poderoso Deus

Amisadai - Fevereiro/2013
As festividades do Jubileu de Ouro das Assembleias de Deus em Pernambuco (1968) impactaram a sociedade recifense e a Igreja como um todo. Analisando o históricos dos coros jovens que ainda restam em nossa igreja, percebo que, da realização daquele evento, com seu esplendido grande coral formando a bandeira de Pernambuco, surgiu a iniciativa de organizar mais Corais da Mocidade em todo o Recife.

Há registros de que, por volta de 1973, o maestro Euclides Ferreira, de saudosa memória, já ensaiava o Coral da Mocidade de Casa Amarela. Era um grupo informal que se reunia para ensaio mensal exclusivamente para cantar nos Cultos da Mocidade - como eram então chamados os cultos mensais que a Campanha Evangelizadora rende ao Senhor. Frise-se que a Campanha era denominada simplesmente de “Mocidade” por ser composta quase que totalmente por jovens.
Amisadai sob a regência de Débora Ferreira
Ocupadíssimo com a direção de vários outros coros na Região Metropolitana, o irmão Euclides deixou os ensaios sendo substituído por outros irmãos que, todavia, não duraram muito tempo na condução do grupo, levando à finalização deste projeto em 1976.

Em meados de 1977, o então Ev. Salatiel Rosa (in memorian) em conjunto com outros irmãos, dentre os quais os então Presbíteros José Pereira da Silva e Antônio José – ambos in memorian – sugeriram a uma talentosa jovem que aqui congregava, por nome de Débora Ferreira, filha do saudoso regente Boanerges Ferreira, que ajuntasse os jovens da congregação e os agregasse ao pequeno grupo vocal existente formado pelas Famílias Marques (filhos do Pb Antonio Marques, que dormiu no Senhor em 2011) e Ferreira (da família do irmão Boanerges), que atuava em casamentos e ocasiões especiais nessa e em outras igrejas, e assim reativasse oficialmente o Coro de Jovens.

Amisadai na Praça do Derby
Após um período de três meses de oração e ensaios realizados na congregação de Mandacarú, período utilizado também para uma seleção criteriosa, a irmã Débora o inaugurou no dia 25/12/1977 o coral juvenil de Casa Amarela sob o nome de Coral Juvenil Amisadai, nome de um dos príncipes de Israel, cujo significado é “Aliados ao Todo-Poderoso” conforme texto de Nm 7.71. A primeira música apresentada foi o "Antífona", nº 001 do hinário Cantor Cristão.
Amisadai - 20 anos  (regente Débora Ferreira)
Foi um início magnífico! Lá pelos anos 1980, das galerias do templo, a multidão acorria aos parapeitos todas as vezes que o coro ia cantar. Formavam à frente do púlpito e o repertório incluía as imortais canções dos grupos "Ligados", "Coral da AFE", "Som Maior" e dos corais americanos da Lillenas Publishing House, tais como "Porquê nasci?", "Olhai além", "Meu Deus é bem capaz", "Em Jesus amigo temos" e a onipresente "Quero ser como Cristo", que o coral nunca terminava de cantar, pois, invariavelmente chorava copiosamente e com eles, toda a congregação. Por isso mesmo era a música sempre solicitada todas as vezes que o coro estava formando. Bilhetes eram dirigidos ao púlpito pedindo para que o coro a apresentasse mais uma vez.
Amisadai - 25 anos (regente Silvio Araujo)
Depois daquela primeira geração, de onde saíram grandes homens e mulheres de Deus para a Obra, o coro foi renovado não somente em material humano, mas também em estilo, adotando quase todo o repertório do Grupo Prisma, muito em voga na época. A música mais apresentada era “Um Milagre”, ainda hoje conservada no acervo do coral.
Amisadai - 30 anos (regência de Eudes Santos)
Após 20 anos à frente do coro, a irmã Débora seguiu com seu esposo e filhas para o desafio pessoal de fazer missões interculturais, primeiro indo para a França e depois para Portugal, onde se fixaram.

Assim foram regentes do Amisadai desde a inauguração:

Débora Ferreira (12/1977-09/1998)
Marcos Barbosa (10/1998-10/1999)
Silvio Araujo (11/1999-01/2007)
Eudes Santos (02/2007-02/2011)
Rogélio Silva (02/2011-06/2012)
Silvio Araujo (07/2012 - ...)
Amisadai 2012 sob a regência de Rogélio Silva
O coro que hoje se apresenta é formado quase que totalmente por uma nova geração, a maioria saída da União de Adolescentes Kerigma diretamente para o Amisadai em setembro/2012. Apesar do pouco tempo de convivência, estes jovens encararam com dedicação o desafio de representar 35 anos de história do Coral Juvenil Amisadai.
Amisadai 2006 - Regente Silvio Araujo
O Amisadai é hoje um dos mais antigos coros juvenis de nossa denominação em atividade, tendo alcançando lugar de destaque entre os mesmos por um bom período de tempo. Já se apresentou na TV Universitária e no Teatro Santa Izabel representando a Denominação. Além disso, realizou várias cantatas e cultos nas ruas do centro do Recife, comissionados pelo Ministério da Igreja. Anualmente organizava viagens missionárias ao interior do Estado, notadamente agreste e sertão, com um resultado de centenas de conversões. De tudo isso dava testemunho sempre o Pr José Pereira da Silva (in memorian).
Ainda hoje é muito conhecido e apesar da este tipo de coro ser cada vez mais raro na AD em Recife, os Aliados ao Todo-Poderoso seguem louvando a Majestade Santa, servindo à igreja e anunciado que só Jesus Cristo salva, cura e batiza com Espírito Santo.

Um comentário:

Pandora disse...

Parabéns ao coral juvenil, é raro qualquer coisa hoje em dia ser tão perene, seja ela ligada a igreja ou não.

Momento comentário fútil: interessante perceber como aquilo que é socialmente adequado a uma jovem assembleiana vesti mudou ao longo do tempo... faz pensar que um dia as moças poderão usar calças sem maiores problemas.

Related Posts with Thumbnails