sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Eu fui um "Moderninho"

Quando eu fui para a Assembléia de Deus, ainda pude encontrar pessoas com a fixa idéia que "televisão era a caixa do diabo", que o "rádio era do diabo", etc, e eu ficava me perguntando porque aquelas pessoas pararam no tempo.

A gente vai crescendo com o tempo e mudando um pouco o jeito de pensar... será que eram eles que estavam tão atrasados no tempo ou seríamos nós, os "moderninhos", que não estávamos sempre querendo estar na vanguarda do Cristianismo de uma maneira errada ?

Percebi, a duras penas, que os "radicais" da minha Igreja ainda eram os que Deus usava. Os radicais conseguiam ainda orar pelos cancerosos e eles eram curados. Os radicais expulsavam demônios, eram eles que efetivamente ganhavam mais almas para Jesus do que os críticos moderninhos.

Enquanto os moderninhos queriam fazer dos Congressos de Mocidade passeios para Igrejas distantes, programar um final de semana juntos para bater uma bola etc, os "radicais" estavam indo de madrugada orar na Igreja, estavam fazendo vigílias de oração, estavam indo no Mercado Municipal de terno e gravata (coisa que achávamos RIDÍCULA!), mas voltavam sempre com uma alma nova para Cristo.

Um dia, descobri que meu "modernismo" era a verdadeira hipocrisia e o verdadeiro farisaísmo. E me tornei "radical" (risos). Deixei de olhar se denominação A ou B, já batia palmas e dançava durante os cultos, se denominação A ou B, fazia passeios por cidades turísticas e passei a ir para as orações, evangelismos junto com os radicais...

E sabem o que aconteceu? Deus começou a me usar na Obra.

Irmãos, sejamos críticos macroscopicamente com as coisas! As denominações neo-pentecostais que estão introduzindo essas MODERNIDADES, não estão causando um impacto significativo no evangelismo do Brasil. É só verificar nos números de membros. Em paralelo, vamos olhar nossas vidas para ver quantas almas temos levado pra Cristo... Isso é que é indício do verdadeiro servo de Deus !

O pastor que eu mais me apeguei quando fui à Assembléia de Deus era um velhinho chamado PERGENTINO, que tinha umas 5 (cinco) costelas deformadas por ter feito um culto ao ar livre no sul de Minas onde "católicos devotos" lhe deram uma surra em praça pública, sapatearam nas costas dele e lhe partiram diversos ossos.

O Pastor Pergentino já foi para a Glória dos Céus. Mas nunca mais me esqueço do que ele me falou: "NUNCA PRESTE ATENÇÃO ÀS OPINIÕES DE QUEM NUNCA FOI USADO POR DEUS E DOS QUE NÃO GANHAM ALMAS PARA CRISTO. ESSE AINDA PRECISAM SE CONVERTER DIREITO!"

Ele já foi para o céu, mas essas palavras vão me acompanhar até à morte ou até o Arrebatamento.

MARCOS DEVANEY
Departamento de Missões
Assembléia de Deus, Taubaté/SP

2 comentários:

Renna disse...

Queria saber o que o irmao Marcos Devaney pensa sobre a internet.

Silvio Araujo disse...

Prezado Renna
Agradeço a visita e o comentário.
Devaney foi moderador durante muitos anos de um dos maiores centros de debates teológicos da internet, o FORUM EVANGELHO-DOUTRINA DE JESUS CRISTO, portanto, acredito que ele sabe o valor que o internet tem para propagar o evangelho.
Acredito que não foi bem compreendido pois ele diz que veio de outra denominação para a AD onde à época se pregava sobre os perigos de possuir um aparelho de tv.
Não sou advogado dele, mas vc poderá contactá-lo nos links do texto.

Related Posts with Thumbnails