quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Em família: Globo insiste em apologia gay na próxima novela das 21h

A Rede Globo divulga teasers da próxima novela das 21h, "Em Família", escrita por Manoel Carlos, bem conhecido por suas tramas carregadas de traição, bissexualismo, homossexualismo e desvios sociais e comportamentais. É uma continuação do tema da atual "Amor à Vida", numa insistente exposição de pares homoafetivos para que se vendam como famílias normais.
Na nova trama, haverá destaque para um par de lésbicas, uma delas inclusive deixará o marido pela companhia da outra.
Embora personagens coadjuvantes da história, a ordem é dar a elas o destaque de protagonistas. Mesma estratégia utilizada no folhetim atual. Está registrados nas colunas, é só pesquisar.
Não é de estranhar que o autor, notabilizado segundo a crítica por retratar a sociedade onde vive, afunde cada vez mais nesta nojeira. Ele realmente deve estar dizendo o que vê, ouve e até vivencia onde mora e trabalha. "Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração" Mt 12.24. O problema é que sua opinião, como a de outros novelistas, é uma avalanche que invade lares e arrasta imaturos e incautos telespectadores. A começar pelo título, o que se verá é uma verdadeira depreciação do conceito de família. A base da sociedade está sendo vorazmente atacada e, já rachada com tantas infiltrações, tende a ruir mais rapidamente. O resultado é o que já começa  a se ver, fruto do que se plantou desde gerações passadas (o próprio M.C. começou a inserir temas como esses em suas novelas desde a década de 1990): uma enormidade de lares desfeitos, filhos de relacionamentos inconsequentes, rebeldes, insubmissos, milhões de optantes pelo comportamento sexualmente diverso, alvos da massiva propaganda da libertinagem e cada vez menos lares ditos convencionais.
O pior de tudo é que milhões de evangélicos e cristãos em geral, tidos como conservadores, alimentam o Ibope desse lixo e assim permitem que suas mentes seja "normatizadas" pela linha de produção do inferno. Cada vez mais lares cristãos estão sendo abertos a esses conceitos e filhos de pais crentes logos se vêem tentados ou coagidos a experimentar o novo, o diferente, o exdruxulo. Onde estão as tramas com valores morais em alta? Elas não existem pois está em baixa nadar contra a correnteza dos instintos selvagens.
Esta novela é nada mais, nada menos, que uma campanha institucional pelo movimento da sopa de letrinhas. E ainda tem gente defendendo com unhas e dentes a emissora porque ela tem colocando na vitrine "astros gospel", estrelas (de)cadentes do mundo dito evangélico, pura tentativa de misturar as coisas, mas esteja alerta caro leitor, "Da mesma fonte não pode jorrar água doce e água salgada ao mesmo tempo." Tg. 3:11

Saiba mais: AQUI,  AQUI e AQUI

3 comentários:

Anônimo disse...

A Globo já foi uma boa emissora, tornou-se um lixo. Produz mídia apenas para classe nojenta da sociedade. Seu ibope vai cair e muito porque as famílias de bem e cristãs vão deixar de assistir esse lixo. Na minha cidade mesmo já tem uma campanha pra não se ver essa emissora.

Anônimo disse...

HOMOFOBIA É CRIME, NÉ ? MAS, E O QUE A GLOBO TÁ FAZENDO, USANDO AS NOVELAS E PROGRAMAS PARA FAZEREM APOLOGIA AO HOMOSSEXUALISMO, DETURPANDO E INFLUENCIANDO AS MENTES DE NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES,TENTANDO PASSAR A IDÉIA DE QUE SER GAY É O CERTO. ISO NÃO É UM CRIME ????

Daniela Santos disse...

Além de fazer apologia ao homosexualismo a globo também influência indiretamente o adultério, basta assistir as novelas e filmes produzidos ou patrocinado por essa emissora pôdre. Gente compartilhem estas informação, não podemos deixar que mais pessoas sejam alienados. Não precisa ser crente para ver que isso não é de Deus e não é normal.

Related Posts with Thumbnails